Arcano 4 - O Imperador

Posted by Jorge Puente Marcadores:



Sou o Imperador. Meu nome diz tudo: eu comando. Coloco Ordem dentro do Caos. 
Sou o companheiro da Imperatriz. Igual que minha Amada, tenho um compromisso com a Criação. Vivo para isso. Vivo por isso.
Ordeno as criações da minha Amada. Se não fosse por mim, isto seria um caos. Você pode imaginar o que aconteceria se eu não estivesse sempre de olho no que Ela cria? Não?
Tente imaginar isto: Você tem um jardim. Todo dia planta uma plantinha nova, mas nunca poda nem retira nenhuma das antigas. Começa a faltar espaço, o lugar vai ficando lotado. Superlotado. Impossível de transitar. As plantas começam a se asfixiar, cada uma tentando sobreviver.
É nesse momento que eu entro em cena: tesoura em mão retiro o excesso. Removo as plantas velhas ou mortas. Limpo o chão de ervas daninhas. Coloco água nas plantas novas, abro espaço para que elas possam crescer. Delimito os canteiros. Marco os caminhos. Coloco as plantas baixas na frente e as altas atrás. Ordeno o jardim. Compreenderam?
No Universo não é diferente. Eu ordeno, equilibro, retiro o velho para que o novo tenha lugar para se desenvolver.
É por mim que a Terra e os outros planetas giram em torno do Sol em períodos corretos. Eu ordeno os ciclos.
Ela criou o leão e a ovelha. Mas sou Eu quem indica ao leão quando é o momento de caçar e assim manter o número de herbívoros para que o bosque não seja depredado.
Sei em que terreno construir. Sei que construções demolir. 
Mantenho a ordem do Universo e abro espaços para que minha Amada possa seguir criando sempre. 

Alguns dizem que ela é Intuição e eu sou Mente. Não é exatamente assim.

Sou tão sensível quanto ela. Apenas nascemos em momentos diferentes.

Ela nasceu primeiro. Mais perto da fonte do Amor. É mais amorosa e nutridora. Tudo compreende e tudo aceita. Ama acima de tudo.


Eu nasci depois. Mais longe da fonte do Amor. Já começava a esfriar. Ela me cuidou e me amou. Mas desde o princípio ficou claro que éramos diferentes. Eu sempre fui mais ordenado. Sempre gostei de prazos, limites, fronteiras. E Ela, sempre amorosa, me amou mesmo assim. Eu estabeleci as fronteiras entre as nações e ensinei os Homens a semear e colher. Ensinei o que eles podiam ou não fazer. Coloquei os alicerces da Cultura e da Civilização. 

Ela deu o Amor, o Prazer, a Alegria. 

Eu dei as Leis, a Escrita, a Fala e o Raciocínio. 

Juntos Ela e Eu somos invencíveis. Juntos somos o Todo. Nunca esqueça isso. Quando olhar para ela, eu estarei à sua sombra. Quando você olhar para mim, a luz dela iluminará a paisagem às minhas costas. 


Enquanto isso lembre- se: Eu mando. Eu ordeno. 

E gosto de ser obedecido.

Porque é justo.

Porque é necessário.

Porque sou o Guardião da Ordem.

Porque sou O Imperador

Imagens
O Imperador - Tarô das Estações
O Imperador - Tarô do Labirinto

Se você quiser ler a versão anterior, clique aqui.

Para ir ao próximo Arcano, O Sumo Sacerdote, clique aqui.



Canal Magia da Transformação